segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Paralisação dos bancários completa 21 dias hoje e caminha para ser a maior da história

Em Petrolândia, servidores das três agências bancárias de Petrolândia continuam em greve (Foto: Assis Ramalho)

Após cinco rodadas de negociações sem consenso, a greve dos bancários completou 21 dias, nesta segunda-feira (26), data em que passará a ter a mesma duração da mobilização no ano passado. Pode se tornar a mais longa dos últimos anos, superando a de 2013, quando os trabalhadores do sistema cruzaram os braços por 24 dias, conforme o jornal Estadão.

A paralisação fechou mais da metade das agências do país, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). De acordo com sindicato dos bancários, 29 agências de Juazeiro, Petrolina e região estão fechadas.



A categoria pede reajuste salarial de 14,78% (reposição da inflação mais 5% de aumento real), PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de três salários mais R$ 8.317,90, além de novas contratações, investimento em segurança e melhores condições de trabalho.


Agência Brasil


0 comentários:

Postar um comentário