quarta-feira, 21 de setembro de 2016

MPPE participa de capacitação em educação fiscal para professores da rede pública


O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) participou de um seminário voltado para preparar a nova geração de pernambucanos para o exercício da cidadania. O evento reuniu mais de 100 docentes da rede estadual de ensino na Escola Técnica Estadual José David Gil Rodrigues, em Jaboatão dos Guararapes.

Além do MPPE, o seminário realizado no dia 15 de setembro, também contou com palestras de integrantes da Receita Federal e da Controladoria Geral da União com foco na sensibilização e capacitação dos professores que ensinam a temática de educação fiscal dentro da disciplina de Empreendedorismo nas turmas de ensino médio das escolas integrais do Estado.

A promotora de Justiça Yélena Monteiro, que integra o Grupo Estadual de Educação Fiscal (GEFE), esteve à frente da oficina Planejamento do cidadão empreendedor, com enfoque nos orçamentos familiar e público. “Os alunos precisam entender a importância do tributo como fonte de arrecadação e fornecimento de serviços à população”, destacou.

Já a oficina ministrada por Paulo Queiroz, integrante do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Combate à Sonegação Fiscal (Caop Sonegação), buscou apresentar aos educadores como são planejados os gastos públicos e a necessidade de se fortalecer a cultura de enfrentamento à sonegação fiscal. “O Brasil perde aproximadamente 500 bilhões de reais por ano em sonegação fiscal, valor que deixa de ser revertido à sociedade em saúde, educação e segurança pública, por exemplo”, comentou.

Por ser um tema transversal, de grande repercussão e impacto na vida dos cidadãos, Ana Cláudia Leimig, gestora do Programa de Educação Fiscal da Secretaria da Fazenda, reforçou a necessidade de capacitação e atualização constante dos docentes. “Além dos seminários, novos materiais didáticos foram incluídos no portal da Sefaz, como jogos, livros e vídeos, além da disponibilização de vagas no curso de Cidadania Fiscal”.

O seminário foi uma iniciativa das secretarias estaduais da Fazenda e da Educação.

MPPE


0 comentários:

Postar um comentário