sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Morte de onças é considerada pelo Ibama a maior caça ilegal de grandes felinos já registrada desde a criação do Instituto


Reprodução/TV Globo

Foi encontrada no Pará, durante uma operação do ICMBio, a maior quantidade de grandes felinos caçados que se tem conhecimento no Brasil. O suspeito do crime ambiental, que surpreendeu até os agentes de fiscalização, está preso.

Imagens dos animais mortos foram exibidas no Bom Dia Brasil desta sexta-feira, 2 de setembro.

Leia a nota do ministro Sarney Filho sobre o caso:

Estou chocado com as imagens, divulgadas hoje, daquela que foi considerada pelo Ibama como a maior quantidade de grandes felinos caçados já encontrada em uma operação, desde a criação do Instituto. O tráfico de animais silvestres é um crime que atinge a cada um de nós, pois fere nosso direito a um meio ambiente equilibrado. O perigo de extinção da onça pintada aponta, de forma dramática, para a necessidade urgente de aumentarmos, em quantidade e qualidade, a proteção de nossa biodiversidade. O Ministério do Meio Ambiente entende que essa proteção passa, necessariamente, pelo fortalecimento da estrutura de fiscalização do Ibama e do ICMbio, e pela conscientização, através da educação ambiental. Trabalhamos nesse sentido, de forma prática e objetiva, mas guiados pela convicção de que homem, planta e bicho são irmanados na natureza.

Sarney Filho, Ministro do Meio Ambiente


0 comentários:

Postar um comentário