quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Ferramenta ajuda na localização de doadores voluntários de medula óssea com cadastros desatualizados


Com o propósito de auxiliar na localização de doadores voluntários de medula óssea, e assim aumentar as chances dos pacientes que precisam de um doador compatível para realizar o transplante, a TransUnion disponibiliza para o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME) uma ferramenta de dados cadastrais. O uso da ferramenta possibilitou ao Registro, um aumento de 23% na localização de doadores, de abril a dezembro de 2015, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Informações de contato desatualizadas são uma das grandes dificuldades na localização de doadores em todo o mundo. Para minimizar esse problema, a TransUnion disponibilizou a ferramenta ZipOnline, que reúne informações de contato, relações de parentesco e vínculos da pessoa em questão, ampliando as chances de encontrá-la mesmo quando há mudanças de endereço ou telefone. Esta é uma ação voluntária da empresa junto ao REDOME.

O REDOME pode acessar o banco de dados da ferramenta para verificar as informações de contato dos doadores e, assim, ampliar as possibilidades de contato na busca do doador. O uso da ferramenta é feito sem nenhum tipo de ônus e seguindo o critério de sigilo dos dados do doador cadastrado.

“Na TransUnion, trabalhamos diariamente com o levantamento e validação de informações para usos diversos. Entendemos que existe uma responsabilidade em fazer o bom uso de dados, de uma forma segura, para fins que tragam melhorias para a vida das pessoas. É muito gratificante saber que este trabalho pode ser considerado bem sucedido em um período tão curto”, comenta Juarez Zortea, presidente da TransUnion no Brasil. “Para os pacientes que necessitam de transplante, cada segundo é muito precioso. Nosso objetivo é contribuir para que o REDOME não tenha dificuldades em encontrar os doadores e que isso seja feito no menor tempo possível, afinal vidas dependem disso”, completa.

A compatibilidade de medula é determinada pela genética e a chance de encontrar um doador compatível com um paciente é em média 1 em 100 mil. “Por isso, é muito importante que os doadores voluntários sejam encontrados quando necessário”, explica Alexandre Almada – Gerente de relacionamento do REDOME.

“A TransUnion promove o uso do poder da informação como instrumento valioso para a melhoria das relações humanas. A oportunidade de cooperar com o REDOME nessa causa tão nobre é a prova mais concreta dessa meta”, finaliza Juarez Zortea.

Sobre o REDOME

O REDOME reúne informações de pessoas dispostas a doar medula óssea para quem precisa de transplante. Com mais de 4 milhões de doadores cadastrados, é o terceiro maior registro do mundo e pertence ao Ministério da Saúde. O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) é responsável pela coordenação técnica e a Fundação do Câncer pela operação do REDOME.

Sobre a TransUnion

Informação é algo muito poderoso. Na TransUnion, temos plena consciência disso. Dedicamo-nos a encontrar maneiras inovadoras pelas quais a informação possa ser utilizada para ajudar as pessoas a tomar decisões melhores e mais inteligentes. Hoje, a TransUnion chega a clientes e empresas de mais de 30 países, em cinco continentes. No Brasil, a TransUnion uniu sua liderança global com a capacidade analítica da Crivo e a abrangência de dados da ZipCode para produzir soluções únicas, inovadoras e personalizadas. Por meio do poder da informação, a TransUnion trabalha para desenvolver economias mais fortes, famílias mais bem estruturadas e comunidades mais seguras no mundo todo. Chamamos isso de Informação para o Bem: www.transunion.com.br

S2Publicom


0 comentários:

Postar um comentário