quinta-feira, 8 de setembro de 2016

CBHSF: Membros da CCR Baixo fazem avaliação dos projetos na região

Cidade de Penedo, no Baixo São Francisco (Foto: Ascom CBHSF)

Os membros da Câmara Consultiva Regional (CCR) do Baixo São Francisco se reuniram em Penedo (AL), nesta quinta-feira (9.09), para uma avaliação dos projetos executados pela atual gestão nos estados de Alagoas e Sergipe. Houve também um debate sobre com relação a qualidade da água na região. A reunião da CCR foi realizada no Centro de Extensão e Cultura Universitária (CEU), da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), no Centro de Penedo.

O presidente do Comitê, Anivaldo Miranda, repassou as mais recentes informações sobre as reuniões realizadas com a Agência Nacional de Águas (ANA) e o setor elétrico, que já solicitou a redução da vazão do São Francisco do patamar atual, de 800 metros cúbicos por segundo (m³/s), para 700 m³/s. “Isso nos preocupa porque a presença das cyanobactérias tem se mantido e os laudos mais recentes apontam para um aumento na mancha identificada no ano passado”, alertou Miranda.

O presidente parabenizou a iniciativa da Superintendência de Sergipe do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), cujos técnicos emitiram boletim de monitoramento da mancha. O secretário do CBHSF, Maciel Oliveira, acrescentou que o setor elétrico tem se baseado num estudo feito no mês de abril para solicitar a redução da vazão. “Necessitamos de pesquisas as mais atuais possíveis para que possamos contra-argumentar as solicitações do setor elétrico”, defendeu Oliveira.

O coordenador da CCR, Melchior Carlos do Nascimento, aproveitou a presença dos novos membros da Câmara, que serão empossados na XXX Plenária do Comitê, na próxima semana, em Belo Horizonte (MG), para fazer uma apresentação sobre o que é e como funciona a CCR, bem como uma espécie de prestação de contas da gestão. Melchior apresentou a relação de municípios alagoanos e sergipanos já contemplados com o financiamento de Planos Municipais de Saneamento Básico, além daqueles que serão atendidos a partir do próximo ano.

Membro do Comitê e representante da Prefeitura de Pão de Açúcar (AL), Antonio Jackson Borges defendeu que o CBHSF busque o apoio de órgãos, como o Ministério Público, a fim de comprometer os prefeitos com a implantação dos planos de saneamento. Diante da proposta, o representante da seccional Sergipe da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Honey Gama Oliveira, sugeriu a formalização de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).

Integrante da CCR, Rosa Cecília Lima considerou a atual gestão como uma das mais atuantes do Comitê. Destacou o apoio do colegiado aos projetos lançados pelas representações apresentadas por Sergipe. O secretário municipal de Meio Ambiente do município de Canindé (SE), Heráclito Oliveira de Azevedo, antecipou que deverá buscar mais apoio do CBHSF para os projetos do município.

ASCOM – Assessoria de Comunicação do CBHSF


0 comentários:

Postar um comentário