terça-feira, 13 de setembro de 2016

Audiências públicas vão analisar resultado do Ideb e o exemplo de Pernambuco

Foto: Divulgação

Os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgados na semana passada pelo Ministério da Educação (MEC), serão tema de audiências públicas solicitadas pelo deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE). A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, da qual o parlamentar é membro, aprovou dois requerimentos (224/16 e 225/16) propondo a realização das reuniões em Brasília (DF) e no Recife (PE). O objetivo é apresentar o Pacto pela Educação, a política educacional de Pernambuco, como um modelo a ser seguido nacionalmente.

“Nosso Estado alcançou o primeiro lugar na qualidade do ensino nacional graças à convicção que tiveram os Governos Eduardo Campos e Paulo Câmara de que a educação é um valor fundamental na vida das pessoas e no desenvolvimento do nosso Estado. Foi isto que transformou a educação em uma política de Estado e que precisa ser apresentado ao restante do País. Nós apontamos um caminho para o desenvolvimento da educação pública brasileira”, afirma Danilo Cabral.

O parlamentar lembra que, em 2007, Pernambuco ocupava o 21º lugar na qualidade do Ensino Médio do Brasil, segundo o Ideb. Passados dez anos, o Estado alcançou o primeiro lugar com a nota 3.9, acima da média nacional, que foi de 3.7. Além disso, no Ensino Fundamental – anos iniciais e finais –, Pernambuco atingiu as metas estabelecidas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Pernambuco é o Estado que tem a menor diferença que tem entre a rede privada e a rede pública. É também o Estado com a escola mais atrativa do País - de cada 100 alunos que entram na escola, a evasão escolar chegou a apenas 2%. E tem, hoje, a maior rede de ensino de escolas em tempo integral do Brasil – 43% dos alunos do ensino médio estão estudando em escolas de tempo integral. “Esses avanços são fruto de um conjunto de políticas estruturadas e de inovações feitas no nosso Estado ao longo dos últimos anos. Tive o orgulho ser o secretário da Educação entre 2007 e 2010 e de coordenar o Pacto pela Educação de 2015 a maio deste ano e acredito que a educação é o caminho para o desenvolvimento do Brasil”, destacou.

Para as audiências, serão convidados o ministro da Educação, Mendonça Filho; a presidente do Inep, Maria Inês Fini; o secretário da Educação de Pernambuco, Fred Amâncio; o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Educação, Eduardo Deschamps, além de representantes de entidades ligadas à educação.

Assessoria Danilo Cabral


0 comentários:

Postar um comentário