segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Seminário em Trindade-PE discutirá violência e HIV em mulheres nesta quinta (04)


Em Pernambuco, quase metade das mulheres assassinadas no estado em 2013 foi vítima de violência doméstica. Segundo a Secretaria de Defesa Social (SDS), das 251 mortes, 108 casos (43%), tiveram como motivação os conflitos afetivos ou familiares. A partir desses dados, resulta imprescindível falar de violência doméstica. E por isso que o Centro Nordestino de Medicina Popular realiza, na próxima quinta-feira 4 as 8h em Trindade, o seminário municipal “Violência contra as mulheres e HIV/Aids: uma questão pública!”. Estão convidadas as secretarias de saúde e uma representante do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da região, assim como a coordenadoria da mulher do município. Do encontro também participarão mulheres e homens da sociedade civil, sindicatos, dentre outros.

O seminário tem como objetivos abrir um diálogo entre a sociedade e gestão municipal e dar visibilidade ao problema da violência contra as mulheres e sua relação com hiv/aids como questão pública. O evento é umas das ações do projeto “Mulheres Sertanejas na luta”, que abrangerá 4 municípios do sertão do Araripe (Trindade, Santa Filomena, Bodocó e Ouricuri) durante três anos, financiado por Pão para o Mundo.

Serviço:
Seminário Municipal “Violência contra as mulheres e HIV/AIDS: uma questão pública!”
Data e hora: quinta-feira 4 de agosto, às 8h.
Local: Salão Paroquial de Trindade
Realização: Centro Nordestino de Medicina Popular.
Contatos: (081) 99851-7055 (Tim)
www.cnmp.org.br

Facebook/CentroNordestinodeMedicinaPopular


0 comentários:

Postar um comentário