terça-feira, 23 de agosto de 2016

Secretaria de Saúde de Pernambuco discute pré-natal de risco habitual


Reduzir a mortalidade materna e neonatal. Esse foi o principal objetivo do Seminário de Atualização em Pré-natal de Risco habitual, que teve sua segunda edição realizada, nesta segunda-feira (22/08), no auditório da Secretaria Estadual de Saúde, no Bongi. Transmitido para diversos municípios pernambucanos, por meio da videoconferência, a capacitação atingiu cerca de 200 profissionais de saúde, como enfermeiros e técnicos de enfermagem.

“Essa é a segunda edição desse evento, que busca qualificar profissionais para o atendimento de mulheres durante o pré-natal de risco habitual. A expectativa é que possamos humanizar e melhorar esse acompanhamento nas unidades de saúde da Atenção Primária”, comentou a gerente de Atenção á Saúde da Mulher, Letícia Katz.

Durante o encontro, os profissionais puderam debater uma série de questões relacionadas ao tema, como as rotinas de acompanhamento para o pré-natal, as causas da mortalidade materna e as intercorrências que podem ocorrer durante o período.

Esse evento é mais uma ação da Gerência de Saúde da Mulher, que tem trabalhado na implementação de programas que fazem parte do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher, como a Humanização do Pré-Natal e Nascimento, Direitos Sexuais e Reprodutivos, qualificação da Assistência à Gestação de Alto Risco, implantação de Comitês Regionais de Estudos da Mortalidade Materna e do fortalecimento do Programa Estadual de Parteiras Tradicionais.

Secretaria-Executiva de Atenção à Saúde/Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário