segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Sargento é baleado e mata suspeito em assalto a ônibus em Alagoas

Assaltante morre durante troca de tiros dentro do ônibus; Segundo a polícia, um passageiro também foi atingido durante a ação e morreu a caminho do hospital. (Foto: Marcio Chagas/G1)

Um sargento da Polícia Militar foi baleado e atirou contra assaltantes dentro de um ônibus coletivo no bairro do Jacintinho, em Maceió, na manhã desta segunda-feira (29). Um suspeito morreu e outro ficou ferido, mas fugiu. Segundo a polícia, um passageiro também foi atingido durante a ação e morreu a caminho do hospital.

O caso foi registrado por volta de 9h na Rua Coronel Paranhos. O ônibus fazia a linha São Jorge/Jacintinho quando três pessoas anunciaram um assalto.

O sargento José Ferreira de Araújo, 51, que estava à paisana, teria reagido e houve troca de tiros. Ele foi baleado e atingiu dois suspeitos. Claudio José da Silva Júnio, 24, morreu dentro do ônibus e o outro suspeito fugiu ferido.

Segundo a polícia, uma mulher que estava com os assaltantes pegou a arma do militar antes da fuga. A PM disse ainda que o passageiro, o idoso Alonso Lopes de Souza, 67, chegou a ser socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu.


A Secretaria de Estado da Defesa Social (SDS) confirmou que o sargento reagiu a tentativa de assalto e foi baleado. O militar foi levado para o HGE. A assessoria do hospital disse que o sargento está no centro cirúrgico, mas não informou o estado de saúde dele.

A Polícia Militar fez rondas e conseguiu prender um casal suspeito de participar do assalto. Equipes da PM isolaram o local para aguardar a chegada de peritos do Instituto de Criminalística (IC) e o Instituto Médico Legal (IML).

O trânsito ficou lento na rua porque o coletivo ocupa uma das faixas, no sentido Jacintinho.

O motorista do ônibus, Wellington Marinho, contou que a ação foi na parte da frente do coletivo. "Ouvi os disparos e depois vi corpos no chão. Uma pessoa pedia ajuda e um passageiro atingido já caiu no chão quando a porta abriu. Só ouvi as pessoas gritando, tinha criança e mulher dentro do ônibus. Depois, uma mulher entrou no onibus, pegou uma arma e fugiu", falou.

G1 AL


0 comentários:

Postar um comentário