sábado, 27 de agosto de 2016

Policial militar é assassinado a tiros na Zona Norte do Recife

Local em que o PM reformado foi assassinado na Bomba do Hemetério (Foto: Antonio Coelho/TV Globo)

Rua Córrego do Bartolomeu, localizada no bairro da Bomba do Hemetério, na Zona Norte do Recife, foi cenário de um assassinato na noite da sexta-feira (26). Por volta das 22h, um policial militar reformado de 47 anos foi morto a tiros por dois homens em uma moto, de acordo com a Polícia Civil de Pernambuco.

O crime aconteceu quando o PM estava em um trailer jogando com amigos. Segundo moradores, o crime tem relação com a disputa pelo controle do tráfico de drogas na Bomba do Hemetério. O policial assassinado já havia sido preso antes e estava sendo investigado, de acordo com o delegado José Cláudio Nogueira, gestor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).


"Ele tinha sido convidado para vir ao DHPP para prestar declarações e passar informações a respeito de um assassinato, já que sabíamos da aproximação e da amizade dele com a vítima. Quando foi ouvido na delegacia, ele confirmou que também já foi conduzido à Central de Flagrantes, onde foi autuado por porte ilegal de arma", afirmou.

Esse amigo a que o delegado se refere é o homem executado a tiros no dia 16 de agosto no cruzamento da Avenida Norte com a Avenida Santos Dummont, no Rosarinho, na Zona Norte do Recife. Antes, no dia 12 de agosto, os dois foram abordados em uma operação da Policia Militar na Praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Eles estavam com R$ 8 mil, e a suspeita da polícia é que o grupo estaria festejando o sucesso de assaltos a bancos. Ambos foram indiciados por porte ilegal de armas e soltos em seguida.

A Polícia não descarta a hipótese de os dois homens assassinados serem parceiros de crime. "Dentro de uma situação dessa, sabendo o histórico dessa pessoa, não podemos descartar nenhuma possibilidade, temos que levar em consideração todas as situações para não atrapalhar as investigações", ressaltou José Cláudio Nogueira.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que “pelo fato do PM não se encontrar na ativa, as informações só poderão ser apuradas na segunda-feira [29], durante o expediente da Diretoria de Gestão de Pessoal da PM, que é o setor que detém as informações funcionais do efetivo de aposentados e reformados da PM”.

G1 PE


0 comentários:

Postar um comentário