terça-feira, 2 de agosto de 2016

Policiais civis de Pernambuco podem paralisar atividades


O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco realiza, nesta terça-feira (2), às 9h, na Sede do SINPOL, assembleia que definirá as estratégias da categoria na luta por melhores condições de trabalho e pela valorização dos Policiais Civis do estado. Inúmeras vezes, ao menos 4 (quatro) delas oficiadas, o SINPOL tentou estabelecer um canal de diálogo com o governo. Mas em nenhum momento a categoria recebeu o mínimo de atenção, nem ao menos foi respondida. Esse tratamento revela a profunda indiferença com a qual a segurança pública e seus agentes são tratados em Pernambuco.

A despeito de ganharem o pior salário do país, ou estarem expostos diariamente a condições insalubres e desumanas de trabalho, esses profissionais têm cumprido heroicamente seus desígnios constitucionais. Contudo, essa situação não será mais tolerada e por isso Policiais Civis de todas as regiões do estado se unem a sociedade pernambucana para exigir uma segurança pública eficiente e humanizada. A garantia das condições mínimas de trabalho e a valorização do Policial Civil, com salários dignos, é um dos caminhos para a redução dos índices de criminalidade que têm aumentado vertiginosamente em Pernambuco.

Logo após a assembleia, os Policiais Civis sairão em caminhada até o Palácio do Governo, onde vão cobrar respostas e um posicionamento para ser dado a categoria. A hipótese de paralisação ganha força a cada dia de silêncio e pode ser deflagrada já nesta terça-feira (2). Caso essa forma de tratar a segurança pública do estado persista, outras medidas serão tomadas. A nossa luta tem data e hora para recomeçar, mas não para acabar.

SINPOL


0 comentários:

Postar um comentário