sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Pernambuco discute Políticas Públicas em Oncologia


Recife sediou, na última quarta-feira (10/08), o I Fórum de Políticas Públicas em Oncologia de Pernambuco. O encontro ocorreu no auditório Gilberto Freyre, no hotel Grand Mercure, no bairro de Boa Viagem, reunindo médicos oncologistas, representantes nacionais de diversos órgãos como Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, Ministério da Saúde, Defensoria Pública da União, Ministério Público Federal, além de secretários municipais de Saúde, coordenadores de serviços públicos onco-hematológicos, presidentes de ONGs e câmaras técnicas de Pernambuco.

Entre os palestrantes estava o secretário estadual de Saúde, Iran Costa, que apresentou a Rede de Atenção em Oncologia do Estado de Pernambuco. O gestor mostrou números da rede estadual, falou do Programa Nacional de Atenção Oncológica, fluxo e distribuição epidemiológica dos tratamentos no SUS, além dos desafios e estratégias para o enfrentamento da epidemia do câncer. A judicialização das ações de saúde também foi pontuada pelo secretário. Apenas no ano de 2015, foram gastos pelo Estado 142 milhões com oncologia.

"Temos vários desafios e metas pela frente como a interiorização dos procedimentos ambulatoriais e a atenção à saúde das pessoas com doenças crônicas", comentou o executivo. Cerca de 80% dos procedimentos (quimioterapia e radioterapia) são realizados na capital pernambucana, seguido do município de Caruaru, com 17%.

Secretaria Executiva de Saúde de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário