quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Operação prende suspeitos de roubo a banco em AL com armas e R$ 53 mil

Dinheiro foi apreendido com um dos suspeitos (Foto: Divulgação/MP)

Quantia de R$ 53 mil foi apreendida com um dos suspeitos (Foto: ivulgação/MP)
BMW foi apreendida com um dos suspeitos (Foto: Divulgação/MP)

BMW foi apreendida com um dos suspeitos (Foto: Divulgação/MP)


Uma operação prendeu três suspeitos de envolvimento em assaltos a bancos no interior do estado, na manhã desta quinta-feira (11), em Arapiraca e Craíbas, municípios do Agreste alagoano. A ação conjunta é das polícias Civil e Militar e do Grupo de Combate a Organizações Criminosas (Gecoc), do Ministério Público Estadual (MP-AL).

As equipes cumpriram 11 mandados de busca e apreensão expedidos pela 17ª Vara Criminal da capital. Também foram cumpridas medidas cautelares. Com os suspeitos, foram apreendidas armas, R$ 53 mil em espécie, dezenas de munições e um veículo BMW.



Em Arapiraca, a operação prendeu duas pessoas. Marcelo Torres Pacheco estava em posse de dezenas de munições .30 de carabina automática, armamento de uso restrito das forças policiais. Além disso, ele estava com uma BMW, afirmou ter comprado o veículo de um amigo e disse não saber de que forma o carro havia sido adquirido pelo antigo dono. Por causa disso, a BMW foi recolhida para averiguação.

Segundo o MP, Marcelo é acusado de integrar a organização criminosa, tanto participando diretamente dos assaltos, quanto dando cobertura e guarida a outros bandidos envolvidos no mesmo tipo de ilícito, vindos de outros estados do Brasil.

Na mesma cidade também foi preso Raimundo Nonato da Silva. Ele foi detido porque estava com uma espingarda calibre 12. Entretanto, o alvo do Gecoc era o filho dele, conhecido como "Tonho do Bloco". Segundo o pai, o suspeito viajou para São Paulo.

No município de Craíbas foi preso Naílton Barros da Silva que, segundo o Gecoc, é membro da organização criminosa. Ele foi detido em casa, com dois revólveres e a quantia de R$ 53 mil.

Duas pessoas conseguiram fugir e o Gecoc e a Polícia Militar estão tentando localizá-las. Uma delas é o Genílson Paulino dos Santos, apelidado de "Ninja".

De acordo com o Gecoc, os acusados têm envolvimento em roubos contra pelo menos três bancos no interior de Alagoas. Em Monteirópolis, o alvo teria sido uma agência do Bradesco. Já em Pão de Açúcar, os Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

As investigações do Gecoc começaram há cerca de três meses, depois do aumento de explosões contra caixas eletrônicos e instituições bancárias, principalmente Banco do Brasil, Caixa Econômica e Bradesco. Em função do que foi apurado, o Mistério Público solicitou a expedição dos mandados.

G1 AL


0 comentários:

Postar um comentário