terça-feira, 2 de agosto de 2016

Explosão de caixa eletrônico destrói fachada de prédio da Procuradoria da Fazenda no Recife

Explosão de caixa eletrônico destrói parte da frente da sede da Procuradoria Regional da Fazenda Nacional no Recife (Foto: Sumaia Villela/Agência Brasil)

A sede da Procuradoria Regional da Fazenda Nacional da 5ª Região, no Recife, teve a frente parcialmente destruída depois que criminosos explodiram um caixa eletrônico do Banco do Brasil, que fica no prédio, na madrugada de hoje (2). O órgão, localizado na Avenida Agamenon Magalhães, bairro do Espinheiro, está com expediente suspenso.

O crime ocorreu por volta das 4h30 e contou com um aparato de grandes proporções. De acordo com a Polícia Federal (PF) – responsável pelo caso porque o crime ocorreu dentro de um prédio da União – um grupo de pelo menos bandidos participou da ação. Um fuzil 562 e pistolas foram usados pela quadrilha. O terminal de autoatendimento foi aberto com explosivos, e os ladrões fugiram antes que a Polícia Militar (PM) chegasse ao local.

O grupo fechou a rua marginal à Agamenon Magalhães, em frente à procuradoria, e atirou na guarita de segurança. A PF também informou que tiros foram disparados para o alto para intimidar quem passava. A explosão foi ouvida pelos moradores, e ônibus foram desviados para evitar o local de onde se ouviam tiros.

A Polícia Federal fez perícia no local hoje de manhã e recolheu cápsulas de munição. Técnicos da área de manutenção do órgão também estiveram no local para mensurar o prejuízo provocado pelo roubo. A explosão destruiu os vidros da entrada do prédio e o teto de gesso. Havia estilhaços e escombros por toda a parte. Os elevadores também foram danificados, e a guarita da segurança teve os vidros quebrados.

O caixa eletrônico fica em uma área da entrada do prédio que não é visível para quem olha de fora. É preciso entrar no hall do edifício e se dirigir ao elevador para ter acesso ao terminal. A quantidade de dinheiro levada pela quadrilha não foi revelada pela polícia.

Um carro e uma moto foram encontrados abandonados nas imediações do roubo. A investigação federal vai analisar se os veículos foram usados para cometer o crime, mas há a informação de que munições foram encontradas no interior do automóvel.

Aumento de ataques

Os ataques a caixas eletrônicos e agências postais vêm crescendo este ano, em Pernambuco. A Polícia Federal, que cuida dos casos ocorridos com terminais e agências da Caixa Econômica Federal (CEF) e dos Correios, contabilizou, em 2016, 24 ocorrências – 16 arrombamentos, sete assaltos e uma explosão. O número corresponde praticamente ao de todo o ano de 2015, quando foram registrados 25 casos, sendo 13 arrombamentos e 12 assaltos.

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco informa que, até junho de 2016, foram registrados 14 furtos às demais instituições bancárias, quando não há o emprego da violência contra cidadãos. No mesmo período do ano passado, foram quatro casos.

Agência Brasil


0 comentários:

Postar um comentário