segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Delegados Sindicais definem proposta de pauta de reivindicações para 37ª Campanha Salarial dos Canavieiros de Pernambuco


Reunidos/as, neste final de semana, durante o 23º Congresso dos Delegados e Delegadas Sindicais da Zona da Mata e o 1º Encontro dos Assalariados e Assalariadas Rurais da FETAEPE, cerca de 300 trabalhadores/as rurais e dirigente sindicais definiram a proposta de Pauta de Reivindicações para a 37ª Campanha Salarial dos Canavieiros e das Canavieiras 2016/2017. Dentre as cláusulas econômicas, destacam-se o salário de R$ 1.100, piso de garantia de 20% sobre o salário mínimo de janeiro/2017 e cesta básica de R$ 100. Já entre as cláusulas sociais, estão a contratação de mulheres e alimentação diga no local de trabalho.

"Foi muito importante podermos conduzir o processo,nesses dois dias de atividades. Tivemos uma participação de 100% dos delegados e delegadas sindicais. No próximo dia 11 de setembro, vamos submeter a nossa Pauta de Reivindicações à aprovação das nossas bases, durante a realização das Assembleias Gerais nos Sindicatos dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais da Zona da Mata", destacou o presidente da Fetaepe, que é a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Assalariados de Pernambuco, e diretor de Política Salarial da Fetape, Gilvan José Antunis.



A diretora de Política Agrícola e Agrária do Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (STTR) de Escada, na Zona da Mata Sul, Rejane Maria da Silva, avalia que toda campanha é sempre um desafio. “Sabemos que podemos ter uma negociação forte, mas vai depender muito de nós, sindicalistas. Vamos nos manter firmes, durante as rodadas de negociação e não vamos ceder fácil. Sei que vamos vencer mais essa batalha”, afirma esperançosa.

“Diante dessa crise política que o Brasil atravessa, eu vejo que teremos muitos desafios durante as negociações coletivas da nossa campanha, mas não vamos esmorecer. Sabemos que o período é de luta pela manutenção dos direitos já conquistados. Estamos bem articulados em nossas bases e, caso haja algum impasse, estamos prontos para uma paralisação”, afirma o presidente do STTR de São Lourenço da Mata, localizado na Zona da Mata Norte, Antônio Ferreira da Nóbrega.

O 23º Congresso de Delegados/as da Zona da Mata e 1º Encontro de Assalariados/as Rurais de Pernambuco da Fetaepe contou com a parceria da Fetape e as colaborações da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados e Assalariadas Rurais(CONTAR) e do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Assessoria de Comunicação da Fetape


0 comentários:

Postar um comentário