quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Chesf tem lucro líquido de R$ 5,7 bi no 2º trimestre


Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) registrou um incremento de 1.150% em seu lucro líquido no segundo trimestre deste ano quando em comparação com o mesmo período do exercício passado. O lucro da estatal, que está na pauta de privatizações do governo do vice-presidente em exercício Michel Temer, chegou a R$ 5,7 bilhões, contra R$ 499,8 milhões no mesmo período de 2015. "A operação que contribuiu para esse lucro foi a indenização de R$ 5,09 bilhões que tivemos que colocar no balanço por causa das regras contábeis nacional e internacional", explicou o presidente da Chesf, José Carlos de Miranda Farias.

A indenização de R$ 5,09 bilhões entrou na contabilidade da estatal em função dos repasses que serão feitos por um período de pelo menos oito anos a partir de julho de 2017, como definindo pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os recursos para o pagamento será originários pelos consumidores que pagarão uma taxa embutidas nas contas de energia elétrica a partir do reajuste anual de 2017. No caso específico de Pernambuco, porém, este valor entrará em vigor a partir de abril do próximo ano.


A indenização bilionária surgiu a partir da Medida Provisória 579 de 2012, que depois foi transformada na Lei Federal 12.783 de 2013 que tinha como objetivo reduzir em 20% as tarifas pagas pelos consumidores. Pela iniciativa, as empresas que desejassem renovar suas concessões tinham que baixar as tarifas cobradas. O valor de R$ 5,09 bilhões serviria paaar compensar os investimentos realizados pela Chesf em 17 mil km de linhas de transmissão e 90 subestações que não tinham sido amortizadas até o final de 2012.

Portal Brasil 247


0 comentários:

Postar um comentário