quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Aprenda dicas para conquistar o bem-estar no Dia Nacional da Saúde

Especialistas indicam hábitos simples e essenciais para um cotidiano equilibrado

Para comemorar o Dia Nacional da Saúde, celebrado em 5 de agosto, nada melhor do que unir a saúde física, mental e espiritual. Como é possível integrar todos? De acordo com a supervisora da Clínica-Escola de Fisioterapia da Faculdade Anhanguera do Rio Grande, Ana Paula Cardoso Kirchhof, é possível ter saúde por meio de uma vida equilibrada. “Uma boa alimentação, a prática de exercícios físicos, a utilização de plantas e ervas medicinais e a manutenção de relações humanas são peças indispensáveis para balancear as interfaces”, explica.

O alimento é peça fundamental neste processo. O coordenador dos cursos da área de Saúde da Faculdade Anhanguera de Caxias do Sul, Júlio César Soares, lembra que é importante ter uma alimentação saudável. “É preciso diminuir o consumo de refrigerantes, alimentos de gordura animal, álcool, açúcar, sal e alimentos industrializados, e beber muita água”, diz. Além dos alimentos, as pessoas devem evitar ambientes geradores de estresse e não fumar. “A conquista da saúde plena é um processo que deve ser realizado diariamente”, pontua.


A prática de atividade física também se torna essencial na conquista de uma saúde “de ferro”. Para o coordenador do curso de Educação Física da Faculdade Anhanguera de Sorocaba, Sérgio Domingues, a pessoa deve optar por uma atividade que goste para ter o pique. “Há várias opções de atividades: caminhada, ginástica, dança, entre outras. É interessante ainda que as pessoas realizem atividades de lazer, como: ouvir música e passear no parque”, completa.

O autoconhecimento também é considerado um fator importante neste processo. A coordenadora do curso de Psicologia da Faculdade Anhanguera de Campinas – unidade Taquaral, Priscila Camile Barione Salgado, destaca: “Mesmo tendo conhecimento de tudo o que nos faz bem, nem sempre buscamos por essas atividades. É importante nos atentarmos”, diz. A professora do curso de Psicologia da Faculdade Anhanguera do Rio Grande, Táffini Britto da Silva, concorda. “Manter um bom relacionamento interpessoal, com família e amigos é essencial para a conquista do bem-estar. Cuidar do que sentimos e como sentimos é extremamente importante, já que todas emoções interferem no nosso sistema neurológico”, pontua.

S2Publicom


0 comentários:

Postar um comentário