quarta-feira, 20 de julho de 2016

TSE limita em R$ 286 mil gastos de candidatos a prefeito de Inajá


O Tribunal Superior Eleitoral limitou em R$ 286.479,12 os gastos de candidatos a prefeito em Inajá, no Sertão de Pernambuco, nas Eleições 2016. O município não tem segundo turno. Para vereadores, o máximo permitido é de R$ 10.803,91

O teto de orçamentos das campanhas foi divulgado nesta quarta-feira (20). Segundo o Tribunal, há 13.014 pessoas aptas a votar em Inajá.

Mais municípios do Sertão pernambucano
Belém do São Francisco
15.439 eleitores
R$ 163.230,26 teto para prefeito
R$ 10.803,91 teto para vereador

Cabrobó
24.451 eleitores
R$ 108.039,06 teto para prefeito
R$ 17.529,48 teto para vereador

Floresta
23.084 eleitores
R$ 108.039,06 teto para prefeito
R$ 16.235,43 teto para vereador

Lagoa Grande
18.647 eleitores
R$ 108.039,06 teto para prefeito
R$ 10.803,91 teto para vereador

Orocó
12.101 eleitores
R$ 108.039,06 teto para prefeito
R$ 10.803,91 teto para vereador

Ouricuri
46.911 eleitores
R$ 247.135,59 teto para prefeito
R$ 22.928,82 teto para vereador

Parnamirim
17.760 eleitores
R$ 150.105,50 teto para prefeito
R$ 10.803,91 teto para vereador

Petrolina
183.819 eleitores
R$ 2.054.481,63 teto para prefeito
R$ 115.185,43 teto para vereador

Salgueiro
37.600 eleitores
R$ 249.831,21 teto para prefeito
R$ 26.385,74 teto para vereador

Santa Maria da Boa Vista
28.304 eleitores
R$ 228.923,01 teto para prefeito
R$ 28.823,99 teto para vereador

Informação: Tribunal Superior Eleitoral


0 comentários:

Postar um comentário