terça-feira, 19 de julho de 2016

Secretários municipais são suspeitos de desviar R$ 1 milhão na PB

Um grupo suspeito de desvio de recursos públicos na cidade de Princesa Isabel, no Sertão paraibano, é alvo de uma operação na manhã desta terça-feira (19). Segundo as investigações, estima-se que o grupo desviou cerca de R$ 1 milhão em verbas oriundas do Ministério da Saúde. Entre os suspeitos de participar do esquema estão os secretários de Infraestrutura e Administração do município. Participam da operação o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle (MTFC), Ministério Público Federa (MPF) e a Polícia Federal (PF).

Além de Princesa Isabel, a ação acontece nas cidades de João Pessoa, capital paraibana, e Salgueiro e Pesqueira, em Pernambuco. Foram expedidos dois mandados de prisão preventiva, sete mandados de condução coercitiva, 10 mandados de busca e apreensão, três afastamentos cautelares de funções públicas, além de medidas de sequestro de bens.

Ainda de acordo com as investigações, o esquema contava com a participação de servidores da prefeitura e que ocultaram informações durante a fiscalização e chegaram a orientar os trabalhadores das obras sobre o que dizer à equipe do MTFC, conforme revelaram as escutas telefônicas realizadas com autorização da Justiça.

A investigação foi iniciada pelo MPF após denúncia de moradores e vereadores. O MTFC, em realizou fiscalização e constatou indícios de fraudes em licitação e na contratação de mão-de-obra, superfaturamento dos contratos, não execução de serviços e baixa qualidade de materiais empregados em obras.

O balanço da operação deve ser divuglado em entrevista coletiva, programada para acontecer no plenário da Câmara Municipal de Patos a partir das 10h com membros dos três órgãos que realizaram a ação.

G1 PB


0 comentários:

Postar um comentário