sábado, 30 de julho de 2016

Petrolândia: Em nota, prefeito Lourival Simões lamenta ato de vandalismo que vai trazer prejuízos a produtores rurais do Limão e Mandantes


Nota da Prefeitura de Petrolândia

Petrolândia, 30 de julho de 2016

O prefeito de Petrolândia, Lourival Simões, vem por meio desta nota informar à imprensa sobre lamentável fato que comprometerá a circulação de veículos pesados nas estradas vicinais da região, com prejuízos para os produtores rurais e toda a comunidade petrolandense da zona rural. Na manhã deste sábado, dia 30/07/2016, a administração da Prefeitura no Projeto Icó-Mandantes foi solicitada para vistoriar a situação de uma passagem molhada, construída sobre dreno na estrada vicinal que liga as agrovilas 4 e 6 do Bloco 3 (Limão Bravo).

Entre a madrugada de sexta para sábado, a estrutura da passagem molhada foi danificada, aparentemente em ato de vandalismo. Foi observado que uma pedra grande foi usada para quebrar o concreto e comprometer a segurança da construção. Com o risco de ceder, a passagem dos veículos pesados foi bloqueada no local. Carros pequenos ainda passam, em meia pista.

A Prefeitura de Petrolândia entrou em contato com a Plena, empresa prestadora de serviços à Codevasf, para comunicar o fato, porém, somente na próxima segunda-feira, dia 31 de julho, será feita averiguação no local para avaliar a extensão dos danos e possível recuperação da passagem molhada.

Salientamos que o ponto escolhido para o ato de vandalismo é estratégico para a comunicação e escoamento da produção agropecuária das agrovilas do Mandantes e do Limão, e também para o desenvolvimento de ações que a Prefeitura está realizando naquela região.

1. Com o bloqueio da passagem molhada, os produtores que fariam o trecho de 24 Km da Agrovila 04 até a pista principal, passando por uma balança de pesagem de caminhões em fase de instalação na Agrovila 01 dos Mandantes, no meio do caminho, vão ser obrigados a fazer um percurso de 32 Km para chegar à pista principal, sem passar pela balança, dificultando a pesagem dos mesmos. O outro roteiro é da Agrovila 2 para a Agrovila 7, trajeto também muito longo.

2. A pesagem dos produtos vai ficar inviável para muitos produtores rurais, que vão continuar submetidos aos atravessadores.

3. O bloqueio da estrada também impedirá o trânsito dos veículos que estão concluindo a recuperação das estradas vicinais da região, nas Agrovilas 01, 02, 03, 04 e 05. As caçambas não vão poder passar ou vão fazer o mesmo trajeto longo, com aumento dos custos da obra.

4. O acesso da empreiteira para construção das quadraspoliesportivas, em construção em escolas da zona rural, também será prejudicado.

3. A recuperação da passagem molhada, a cargo da Codevasf/Chesf, vai demandar licitação, portanto, muito tempo até ser concluída, período durante o qual os moradores e produtores da área vão enfrentar muitos transtornos e aumento nos custos da produção e do transporte, justamente neste momento de crise, em que cada centavo economizado é lucro, reforço aqui que a responsabilidade para a recuperação será da CODEVASF/CHESF, não cabendo a Prefeitura Municipal de Petrolândia.

Não sabemos a quem interessa, principalmente em um momento como esse de recuperação de estradas e de investimentos por parte da gestão.

Apesar disso, a Prefeitura de Petrolândia não vai parar, principalmente para o benefício de toda a população e produtores rurais desta amada cidade.

Lourival Simões
Prefeito de Petrolândia

Ver mais fotos>Passagem molhada - Limão Bravo - Petrolândia (PE) 30/07/16



Informações e fotos: Prefeitura Municipal de Petrolândia


0 comentários:

Postar um comentário