quarta-feira, 27 de julho de 2016

Novo sinal de TV aberta trará mais qualidade de imagem e som à população


Esta semana começou a contagem regressiva. Em 26 de julho de 2017, o sinal analógico de TV aberta será desligado na região e as transmissões dos canais serão feitas apenas pelo sinal digital, que proporciona imagem e som de melhor qualidade, livre de chiados, chuviscos e fantasmas.

O processo é conduzido pela Seja Digital, entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal de TV aberta do analógico para o digital no Brasil. Criada por determinação da Anatel, a entidade tem como missão informar à população o que precisa ser feito para ter acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits com antenas e conversores para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal.

“Este processo representa um grande avanço tecnológico, pois coloca o Brasil no mesmo patamar de transmissão televisiva de países como Estados Unidos e Reino Unido, que já realizaram o desligamento do sinal analógico”, afirma Antonio Carlos Martelleto, Diretor Geral da Seja Digital. O executivo reforça que a prioridade da entidade é promover ações didáticas voltadas, principalmente, para o esclarecimento à população sobre a transição, assegurando que todos estejam preparados para o novo momento da TV no Brasil. “Nosso principal compromisso com a digitalização da TV no Brasil é preparar a população para que não fique sem acesso ao sinal dos canais de TV aberta”, explica Martelletto.

Durante o período de transição, os telespectadores de Recife e região que assistem os canais de TV aberta passarão a ver durante a programação um sinal com a letra “A”. Este símbolo indica que o sinal da TV é analógico. Com a proximidade do prazo para a migração do sinal, a letra “A” aparecerá com maior frequência. Dois meses antes do prazo, a indicação estará fixa na tela. No dia 26 de julho de 2017, o sinal analógico será desligado e apenas o sinal digital estará disponível.

Além de Recife, o sinal analógico será desligado em outros 13 municípios do estado: Abreu e Lima, Araçoiaba, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Ipojuca, Itapissuma, Jaboatão do Guararapes, Moreno, Olinda, Paulista e São Lourenço da Mata.

Para saber mais informações sobre como se preparar para desligamentos do sinal analógico dos canais de TV aberta, acesse o portal www.sejadigital.com.br.

Benefícios da mudança

O desligamento do sinal analógico irá liberar a faixa de 700Mhz para que a oferta de internet 4G possa ser expandida na região. O 4G é uma das tecnologias mais avançadas do mundo, que permite a celulares, smartphones, laptops e tablets acessarem sinal de voz e dados a velocidades muito mais rápidas, até mesmo em ambientes fechados. De acordo com um estudo da GSM Association, esse processo de migração para TV digital pode trazer mais de US$ 5 bilhões ao PIB brasileiro, além de mais de 4 mil empregos.

A TV Digital também oferece uma série de melhorias em relação ao sinal analógico. A transmissão possui qualidade muito superior tanto de imagem quanto de som. Outra questão fundamental são os recursos interativos. Por meio do sinal digital, o telespectador pode ter acesso a conteúdos adicionais como informações de bastidores, galerias de imagens do programa, ofertas de produtos relacionados, previsão do tempo e notícias em texto – tudo gratuitamente e de acordo com as definições de cada emissora.

Rio Verde e Brasília: as primeiras cidades 100% digital.

Em março de 2016, o município de Rio Verde (GO) tornou-se a primeira cidade do Brasil a ser exclusivamente digital nas transmissões televisivas. Foram oito meses de trabalho no município, preparando e orientando a população, para que o sinal analógico fosse desligado.

Brasília é a primeira região metropolitana que está passando pelo processo de desligamento do sinal. O sinal analógico será a desligado em 26 de outubro, mas até o fim de julho, mais de 200 mil famílias terão recebido o kit gratuito com o antena e conversor, e estarão prontas para assistir televisão com imagem e áudio de cinema.

Para cumprir sua missão no Distrito Federal, a Seja Digital vem promovendo ações sociais, mutirões de orientação e parcerias com organizações sociais. Em breve, as campanhas de comunicação e as ações de mobilização chegarão a Recife e região anunciando o desligamento do sinal analógico dos canais abertos de televisão.

Sobre a Seja Digital

A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora de Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais TV e RTV) é responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para digital da televisão aberta no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal de TV analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e tem previsão de finalização em 2018, de acordo com cronograma definido pela portaria 378 do antigo Ministério das Comunicações.

Seja Digital/S2Publicom


0 comentários:

Postar um comentário