quinta-feira, 28 de julho de 2016

Novo estudo indica que obesidade é três vezes mais mortal para os homens do que para as mulheres

Novos dados sobre obesidade são divulgados pela 'The Lancet'

Uma revisão assinada pelas universidades Harvard (EUA), Oxford e Cambridge, ambas britânicas, publicada na revista britânica “The Lancet”, comprovou que a obesidade é três vezes mais mortal para os homens do que para as mulheres, e, mesmo um singelo aumento de peso, eleva o risco de morte prematura. Para tal confirmação, foram compilados dados de 10,6 milhões de pessoas que participaram de 239 estudos entre 1970 e 2015, em 32 países diferentes. Ao atingir a obesidade mórbida, nível mais elevado do IMC, o risco de morte prematura aumentava mais de quatro vezes em homens. Para as mulheres, este nível cresceu 2,7 vezes.




A ABRAN é uma entidade médica científica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina. Fundada em 1973, dedica-se ao estudo de nutrientes dos alimentos, decisivos na prevenção, no diagnóstico e no tratamento da maior parte das doenças que afetam o ser humano, a maior parte de origem nutricional. Reúne mais de 3.800 médicos nutrólogos associados, que atuam no desenvolvimento e atualização científica em prol do bem estar nutricional, físico, social e mental da população.

Saiaba mais: visite www.abran.org.br, curta a ABRAN no Facebook facebook.com/nutrologos e no Instagram @nutrologia.

Ascom ABRAN


0 comentários:

Postar um comentário